Tartuk

Tartuk.png

Tartuk (Kobold, Arcane Bloodline Sorcerer 5) era um raríssimo Kobold de escamas roxas que servia como sacerdote da Tribo Sootscale, emprestando sua magia e experiência para a tribo.

Originalmente, Tartuk era um gnomo de outro nome. Enviado por sua aldeia para combater uma ameaça externa, o pobre feiticeiro foi morto. Os aldeões se juntaram para comprar um pergaminho de Reincarnate para salvar o seu herói, mas Tartuk ficou escandalizado ao ver que ele havia retornado a vida como um kobold – Uma criatura que para ele era odiosa.

Em sua raiva, o feiticeiro fugiu para a floresta, onde por acaso encontrou uma tribo de kobolds que lhe deu o nome Tartuk. Tartuk então usou de sua astúcia e habilidades mágicas para usurpar a liderança da tribo e liderá-la em um ataque contra a aldeia a que pertencia e que o havia trazido de volta dos mortos. Os poucos kobolds que sobreviveram ao conflito, Tartuk matou ele mesmo.

O feiticeiro havia descoberto seu mais novo passatempo – Infiltrar-se em tribos de kobolds e usar sua influência para eliminar o máximo possível dos malditos lagartos da face de Golarion. Tartuk se aproximava de uma tribo e oferecia seus serviços como curandeiro ou feiticeiro, o que não era muito difícil pois para muitas tribos suas escamas roxas eram um sinal de que Tartuk havia sido escolhido pelos deuses. Uma vez infiltrado, Tartuk trabalhava para destruir a tribo por dentro, dizendo que os deuses demandavam sacrifícios, instigando guerras desnecessárias, causando discórdia entre os membros da tribo ou envenenando as fontes de água.

Eventualmente, depois de destruir sua última tribo, Tartuk foi parar na Floresta Greenbelt onde infiltrou-se com facilidade na Tribo Sootscale. Tartuk havia conseguido uma estátua na forma de um demônio na última tribo em que esteve, e a usou como acessório para controlar os kobolds de escamas negras. O ‘Velho Dentuço’, como Tartuk chamava a estátua, tornou-se o deus maior da tribo Sootscale, que insistia em receber sacrifícios de sangue toda semana, mas em agradecimento conferia suas bençãos à tribo (na realidade, magias que Tartuk fazia escondido).

Mas aparentemente, os sacrifícios não estavam destruindo a tribo rápido o bastante. Tartuk então ‘acidentalmente’ deixou que os mites do Velho Sicômoro roubassem o ídolo de madeira, o que causou um conflito entre as duas espécies que acabou com uma severa redução do número de membros da tribo.

Mas o plano de Tartuk estava fadado ao fracasso. O Chefe Sootscale já estava começando a ver através de suas mentiras, mas temia punição divina caso ele se rebelasse contra o sacerdote. Foi apenas quando a Brigada Vermelha voltou com o ídolo que o velho kobold resolveu rebelar-se, quebrando a estátua em pedaços e organizando uma rebelião contra o feiticeiro.

A Brigada Vermelha, com a ajuda do Chefe Sootscale e de Mikmek, derrotou o feiticeiro, o que ajudou ainda mais a cementar sua aliança com os kobolds da Mina Oaktop.

Espólios:

  • Varinha de Magic Missile (CL 3)
  • Foice de mão de ferro frio, masterwork
  • Pulseiras de Armadura +1
  • Sete +1 Virotes Flamejantes
  • Botas Élficas
  • Pó de Ilusão

Tartuk

Reifazedor DM_Ele