Troll

troll.jpg

Os trolls são uma raça de gigantes selvagens, conhecidos por suas garras afiadas e sua incrível capacidade regenerativa, se recuperando extremamente rápido dos ferimentos sérios, incluindo, mas não limitado a, membros decepados. Na média, eles tem 4,30m de altura e pesam 450 quilos. Normalmente trolls vivem solitários, mas ocasionalmente eles formam tribos.

Como esperado de criaturas do seu tamanho, trolls são extremamente fortes, o que associado com suas garras afiadas lhes permite literalmente arrancar pedaços da carne de suas vítimas com a mão para saciar seus vorazes apetites. O apetite carnívoro de um troll e sua capacidade de regenerar-se rapidamente de qualquer ferimento faz deles combatentes destemidos, e apenas uma chama acesa os faz hesitar.

Aqueles que estão acostumados a lutar com trolls sabem que depois da batalha é importante localizar qualquer parte de seu corpo que possa ter sido cortada fora e queimá-la com fogo ou ácido, porque mesmo um fragmento pequeno de seu corpo pode regenerar um troll completo com tempo suficiente. Felizmente, apenas o maior fragmento se regenera dessa forma.

Apesar de serem cruéis em combate, trolls são surpreendentemente gentis e cuidadosos com suas crias, carregando-os nas costas e ensinando-os a caçar e identificar plantas comestíveis desde a mais tenra idade. Quando o filhote finalmente chega a idade adulta, ele se separa de sua mãe ou pai e parte para encontrar seu próprio território.

Trolls precisam comer, relativamente a seu tamanho, seis vezes mais comida por dia que um humano. Por causa disso, grande parte do tempo que passam acordados é procurando por alimento. Um troll precisa formar um grande território para caçar e conseguir seu sustento, e reage violentamente contra outros trolls invasores. Apenas caso haja uma grande abundância de comida é que trolls formam tribos.

A dieta de um troll é onívora, e eles comem qualquer tipo de carne e matéria vegetal, inclusive podendo digerir madeira se estiverem extremamente esfomeados. Eles também não se importam em comer carniça. Machos e fêmeas tendem a encontrar-se apenas na época de acasalamento, e o período de cortejo e o acasalamento em si são rápidos. A gestação de um troll é muito rápida para uma criatura de seu tamanho, e eles não são mamíferos, portanto a responsabilidade de cuidar da cria pode ficar com o pai ou com a mãe quando eles novamente se separam e retornam para seus territórios.

Trolls não fazem distinção entre inimigos e atacam com ferocidade e de forma implacável qualquer um que ele considere uma presa ou inimigo em potencial. Sua brutalidade em combate é lendária, e mesmo que esteja saciado, um troll não hesita em matar o que ele considere ser uma presa fácil. Ou mesmo uma difícil, simplesmente por esporte. A maioria dos trolls se encaixa no alinhamento ‘caótico e mau’.

Normalmente, trolls sabem falar gigante.

Presença nas Terras Roubadas:

Na área da Floresta Greenbelt, existe pelo menos uma tribo de trolls, o que indica que deve haver abundância de presas. Os trolls caçam em grupos que normalmente vão de 2 a 4 indivíduos. Um desses grupos de caça invadiu a fronteira sul de Ravnir em Arodus de 4710, mas foi prontamente eliminado pela Primeira Companhia de Infantaria, apelidada de ‘Chamas’, que agora recebe treinamento especial para combater trolls e outros inimigos que se regenerem rápido, como hidras.

Troll

Reifazedor DM_Ele