Reifazedor

Resumo da Sessão - 27 de Setembro

pompadino.png

Rise of the pompadin.

A sessão começa com Katherine e Acharnor discutindo a situação dos saurians na tribo, quando um dos soldados da Primeira Companhia de Infantaria os avisa de que eles foram convocados por Kesten para tratar de um assunto de alta importância.

Chegando até o quartel da guarda, Kesten está em reunião com um paladino da ordem de Abadar, de nome Ivan Strelok. Strelok traz notícias de um culto de Gyronna operando em segredo dentro de Stagsfall, sacrificando crianças para sua deusa.

Com seu objetivo decidido, Katherine, Acharnor e Strelok saem a procura de Jean-Luc Benoit, o espião. Eles acabam encontrando Denat e Herbert primeiro, num pequeno bar. Jean-Luc por acaso também estava no bar, e aceita a missão de se passar por uma prostituta para descobrir informações sobre o culto.

Na manhã seguinte, Acharnor procura seu espião, que descobriu informações seguindo os traços de prostitutas mais experientes até encontrar alguém com conexões ao culto e ler sua mente. Jean-Luc informa Acharnor que o culto se reúne todas as noites de Moonsday para fazer seus sacrifícios.

Na mesma noite, uma Moonsday, o grupo segue até o lugar indicado, onde Acharnor desarma o alarme e surpreende as cultistas da deusa das bruxas no meio de sua pregação, acertando um virote surpresa na sua líder. Enquanto Denat, Animak, Herbert e Katherine fazem um trabalho rápido com as cultistas, Strelok avança diretamente contra a mestra do culto, usando seu smite evil. Durante sua investida, ele corta uma das mulheres em duas antes de chegar até a bruxa.

A batalha entre o paladino e a bruxa é intensa, Strelok acertando a mulher com suas manoplas com espinhos enquanto se defende das magias malignas da mulher, até que a luta finalmente acaba… Quando Katherine atinge a mestra do culto com um míssil mágico de sua varinha.

Pew pew, 760 xp pra cada um.

Com um bebê resgatado, o grupo sai do celeiro onde os cultos estavam sendo realizados, apenas para encontrar Melianse junto de Akiros os esperando. Akiros explica que precisa deles em Stagsfall imediatamente, porque segundo Tiressia, um exército de 100 trolls está marchando em direção a Ravnir. Em pânico, um conselho de guerra é formado.

Kesten lidera a evacuação das áreas rurais ao redor da cidade e manda cartas para Forte Leveton e Varnhold, pedindo o envio de tropas. Akiros tenta planejar uma estratégia para a batalha vindoura, com poucas esperanças.

No dia seguinte, Akiros bolou um plano que pode equalizar um pouco o combate: Mobilizando as forças de Ravnir para lutar com os trolls de dia, eles nulificam a sua vantagem natural por combater no escuro. O exército marcha ao sul e toma posições defensivas no alto de uma colina.

Os trolls finalmente estão de frente com o exército de Ravnir. Um emissário vem fazer a declaração de guerra, e diz que, sob comando de Hargulka, nenhum humano, elfo, anão ou outra raça ‘civilizada’ será poupado da punição de tentar colonizar as Terras Roubadas, e que Stagsfall servirá como exemplo. Apesar das tentativas de diplomacia de Strelok, os trolls estão resolutos em começar a batalha.

As duas linhas de fronte se misturam numa confusão de sangue e aço. Após perder sua vanguarda ao tentar manter sua posição, Akiros comanda que os exércitos assumam uma abordagem mais ofensiva contra os trolls. Usando sua posição vantajosa e seu treinamento contra esse tipo particular de inimigo, as Chamas de Ravnir viram o rumo do combate e aniquilam os trolls em poucos minutos, deixando apenas alguns sobreviventes que são logo exterminados pelos soldados em patrulha de campo.

De volta a Stagsfall, Akiros dá um ‘presente’ aos membros do conselho: Por ordem dele, os soldados conservaram um troll vivo, com todas as partes desnecessárias para falar cortadas fora. Strelok, único dentre os presentes que conhece a língua dos trolls, tenta interrogar o prisioneiro enquanto ele ainda está disposto a cooperar.

No fim, as únicas informações que são obtidas são que Hargulka é inflexível em seu objetivo de destruir Ravnir, e que enquanto ele continuar vivo, os trolls continuarão atacando. Com isso em mente, a Brigada Vermelha, agora com um paladino em sua companhia, decide que seu próximo objetivo deve ser infiltrar a base dos trolls e matar Hargulka.

Comments

DM_Ele

I'm sorry, but we no longer support this web browser. Please upgrade your browser or install Chrome or Firefox to enjoy the full functionality of this site.